Os benefícios da meditação para o aprendizado de línguas

Meditar é simples, basta sentar com a coluna ereta, deixar os olhos entre abertos e observar a respiração, os cinco sentidos e a mente.  É barato, qualquer um pode meditar em casa mesmo. E, além de aumentar a qualidade de vida, é extremamente eficiente no suporte aos estudos, em especial, na absorção de um idioma estrangeiro. A seguir, separamos as principais vantagens dada pela inclusão da meditação na rotina diária. Confira!

Maior concentração

Entre as várias modalidades de meditação a zen e transcendental, são uma das mais  praticadas. Através de ambas o praticante aprende a focar sua atenção por longos períodos de tempo. Com a visão treinada ele conseguirá reunir mais informações com grande facilidade, o que significa um notável aumento da agilidade no processo de memorização, tornando-o cada vez mais rápido. Deseja aprender uma língua estrangeira com um professor de espanhol online? Visite a plataforma Preply.com e amplie seus conhecimentos..

Maior disciplina

A menos que o estudante de línguas esteja imerso na cultura e cercado por nativos, ele não conseguirá progredir no idioma sem uma boa dose de esforço. Sentar-se em meditação já é um ato de disciplina que o praticante estende às demais áreas da vida, inclusive aos estudos. Talvez esse feito deva-se ao fato de que a meditação age diretamente na fonte da ansiedade, diminuindo-a e, com isso, ajudando o estudante a criar uma rotina de estudos diários. O resultado disso é o desenvolvimento gradual das habilidades de escuta, escrita e fala do novo idioma. Com o crescente progresso e o controle dos impulsos internos possibilitado através da meditação, fica muito fácil combater a preguiça e seguir aprendendo.

Maior paciência

A impaciência é muitas vezes causadas pela pressa, ansiedade, insatisfação e desejo de mudar a realidade. Com a meditação o indivíduo consegue cada vez mais identificar a fonte dessa angústia e encontra ferramentas para controlar seu atos, passando a escolher  uma ação assertiva às reações impulsivas. A partir de então, ele começa a utilizar seu tempo de forma muito mais produtiva, sem exigências desnecessárias e com muito mais paciência diante das dificuldades que possam surgir, porque essas, como tudo que existe, uma hora acabam. A paciência é por sua vez uma grande aliada para os estudantes de línguas, pois o manterá motivado ao longo de todo o processo de aprendizagem, sem que ele precise se frustrar com comparações ou expectativas. Dessa maneira, os minutos de estudos diários vão sendo apreciados, ao mesmo tempo que as habilidades se desenvolvem naturalmente, alheia a pressões internas ou externas.

Melhor organização do tempo

A meditação dá à pessoa ferramentas para organizar seu pensamento e desejo, a partir da identificação do funcionamento de sua mente e corpo. Logo, ela mesma pode determinar como, quando e por quanto tempo estudar. Para aprender um novo idioma, todavia, indica-se investir, no mínimo, 20 minutos diários.

Maior sensibilidade auditiva

Várias práticas meditativas são famosas por aguçarem os sentidos, de modo que pode ser uma ótima ideia escutar algum documentário, escutar alguma palestra ou entrevista no idioma estrangeiro logo após a sessão de meditação. Nesse momento, o cérebro estará muito mais atento para cada palavra, ajudando automaticamente à melhor compreensão do conteúdo e expansão do vocabulário.

Artigo escrito por Max Felipe

Post Author: Assessoria

1 thought on “Os benefícios da meditação para o aprendizado de línguas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *