Jarbas e Campos receberam dinheiro de caixa 2, diz delator da Odebrecht

O ex-diretor da Odebrecht e delator da lava Jato João Antônio Pacífico afirmou em sua delação premiada que a empreiteira repassou mais de R$ 2 milhões por meio de caixa 2 para a campanha do deputado federal Jarbas Vasconcelos ao Governo de Pernambuco, em 2010. Na ocasião, Jarbas disputou o pleito com Eduardo campos, que ganhou as eleições. “Houve para ele e para Eduardo Campos”, afirmou o delator.

Segundo Pacífico, as relações dele com Jarbas remontam há mais de 30 anos e, por isso, as doações foram feitas sem o pedido de contrapartida. “Foram viabilizados R$ 700 mil em caixa 2 para a campanha de governo do estado em 2010”, disse. Segundo ele, Jarbas era citado pelo codinome de Viagra nas planilhas do departamento de operações estruturadas da Odebrecht, o chamado departamento de propinas da empreiteira.

Inquérito aberto pela Procuradoria-Geral da República contesta o valor citado pelo delator e destaca que “os pagamentos efetuados através do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht demonstra diversos pagamentos ao codinome “Viagra”, de Jarbas Vasconcelos, somando mais de R$ 2 milhões”.

Fonte: Portal 247

Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *