Queda de helicóptero perto de epicentro de tremor mata 13 no México

Treze pessoas, entre elas três crianças, morreram pelo impacto em terra do helicóptero que transportou o secretário de Governança do México à zona mais próxima ao epicentro do forte sismo que sacudiu, nesta sexta-feira, vários pontos do México, informou neste sábado a promotoria regional.

“Foram levantados os corpos de 12 pessoas: cinco mulheres, duas meninas e um menino. Outra pessoa morreu no Hospital de Jamiltepec” e outras 15 ficaram feridas, informou a promotoria de Oaxaca em um comunicado.

Na noite de sexta-feira, o ministro, Alfonso Navarrete, que saiu ileso do incidente, disse à rede Televisa que todos os passageiros do helicóptero Blackhawk estavam com vida, alguns com ferimentos, e que os mortos eram pessoas que se encontravam em terra esperando a aterrissagem da aeronave.

Navarrete, o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, e outros funcionários do governo tinham viajado à zona de Pinotepa em uma missão de avaliação de eventuais danos provocados pelo sismo.

A apenas 40 metros de aterrissar, o piloto perdeu o controle e a aeronave despencou, ficando virada em terra sobre um de seus lados, relatou Navarrete à rede Televisa na noite de sexta-feira.

O helicóptero esmagou um veículo que se encontrava em terra.

As vítimas mortais “estavam esperando o helicóptero”, disse a secretaria de Defesa Nacional em um comunicado.

Oaxaca, junto com Chiapas, ambos no sudeste do México, sofreram um sismo devastador em 7 de setembro passado que deixou um saldo de uma centena de mortos.

Sobre o forte movimento telúrico registrado na tarde de sexta-feira, o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) situou o epicentro a 37 km de Pinotepa de Don Luis, a uma profundidade de 24,6 km, enquanto o Serviço Sismológico mexicano o situou a 11 km da mesma comunidade e a uma profundida de 12 km.

“Até o momento, o Comitê Nacional de Emergências não tem relato de pessoas falecidas pelo sismo”, escreveu no Twitter o presidente do México, Enrique Peña Nieto.

O sismo fez com que centenas de pessoas abandonassem edifícios e os hospitais evacuaram os doentes para esplanadas ou avenidas da zona central da capital.

Fonte: AFP

Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *