Impeça o Facebook de rastrear tudo o que você faz pela internet


Como acontece frequentemente, o Facebook recentemente modificou a forma como as configurações de publicidade (e privacidade) funcionam, o que significa que você tem novas opções para fazer com que suas atividades na mídia social parem de te perseguir pela web. Eis as novas e velhas configurações que você precisa conhecer.

Em primeiro lugar, o Facebook cria uma imagem de tudo o que acha que você gosta e não gosta, com base nas suas várias atividades dentro da plataforma. A ideia é oferecer anúncios que talvez sejam mais relevantes para você. Você pode conferir suas preferências de anúncios aqui: clique no x em qualquer item para removê-lo, ou use a caixa no topo da página para adicionar qualquer coisa.


Ao esticar seus tentáculos digitais ao redor da web (lembre-se e todos aqueles botões de Curtir e sites que usam o Facebook para login), o Facebook também consegue monitorar seus hábitos de navegação quando você está fora da rede social, o que ajuda a alimentar o perfil que ele cria de você. Para impedir que isso aconteça, entre aqui e mude a opção do topo para Não.

Por fim – e essa é a opção recém-adicionada – o Facebook pode usar o que sabe sobre você para influenciar anúncios que você vê quando não está no Facebook. Isso não influencia a coleta de dados, só quando e como os dados podem ser usados. Para impedir isso, mude a segunda opção desta página para Não.

Não deixe o Facebook te rastrear

Para ainda mais controle sobre como suas atividades de navegação são registradas e usadas, vá até o site Digital Advertising Alliance (DAA) e desmarque os programas de rastreamento usados por alguns dos maiores nomes da web (incluindo o Facebook). Você pode selecionar todas as empresas ou o Facebook especificamente – o que é particularmente importante para quem não tem uma conta no Facebook, já que você não terá as opções listadas acima disponíveis.

E em relação ao Não rastreie? Dá para ativar essa opção praticamente em todos os navegadores modernos, mas esse não é um protocolo reconhecido pelo Facebook, então não fará efeito nenhum para impedir que a rede social monitore o que você faz fora dela. As configurações dentro do Facebook e do site do DAA, no entanto, mantém a sua privacidade segura.


O mesmo vale para navegadores móveis e para o app do Facebook para smartphones: a coleta de dados da rede social é definida pelas opções que já mencionamos, ainda que seu smartphone possa ter configurações separadas de privacidade e de segurança que você pode usar.
Não dá para usar o Facebook sem que a rede social construa um perfil de anúncios para você – é isso o que paga as contas de Mark Zuckerberg – mas você pode ao menos ter um pouco de controle sobre esse processo de privacidade.






Do portal Gizmodo Brasil.






















Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *