Moradores cobram ação contra a alta onda de assaltos em Vitória de Santo Antão


Movimento Vitória Pede Paz saiu motorizada pelas ruas da Vitória cobrando mais policiamento e denunciando precária iluminação pública

Objetivando cobrar mais políticas públicas voltadas para segurança e para o desenvolvimento social e denunciar o aumento no registro de crimes, bem como denunciar o pequeno contingente policial e o sucateamento do aparelho policial vitoriense, agravado pela desagregação do Complexo Policial do Município em virtude de um incêndio, moradores da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, realizaram na manhã do domingo (03/07) uma ação contra a violência e por uma cultura de paz. O Movimento batizado de “Vitória pede Paz” se concentrou logo cedo nas imediações do Canal da Mangueira, acompanhado por cerca de duas mil pessoas, maioria motorizada com destacada participação dos mototaxistas que são as primeiras vítimas da alta onda de assaltos agravada nos últimos meses na cidade, que inclusive sofre com a precária iluminação pública e acesso esburacado para os bairros mais distantes do Centro.


Vestidos de branco, os moradores percorreram as ruas principais de 17 comunidades vitorienses, dispersando no bairro Lídia Queiroz, às margens da rodovia PE-45 – próximo ao 21º BPM e ao Grupamento dos Bombeiros. O trajeto passou pelo Complexo da Polícia Civil que desde 15 de junho está sem funcionar por conta de um incêndio. O protesto contou com a organização de entidades como a Assejur, CAV-UFPE; contando com o apoio à campanha do Blog A Voz da Vitória; a ONG Gapes; a Igreja Assembleia de Deus – Abreu e Lima; o Colégio Projeção através do Vereador Professor Edmo Neves e do empresário da loja Juliana Móveis; o Centro de Referência em Direitos Humanos, Associação dos Moradores Conceição II e a Igreja Quadrangular do Evangelho, com o suporte da Associação dos Bombeiros Civis de Vitória.

SAIBA MAIS AQUI





Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *