Ministério Público pede cassação do Prefeito de Orobó


Ministério Público Eleitoral pede cassação do Prefeito de Orobó, Cleber José de Aguiar, em Ação de Investigação Judicial Eleitoral movida contra o Prefeito por abuso de poder político e econômico, condutas vedadas, promoção pessoal e desrespeito aos princípios constitucionais.

No parecer do Ministério Público o Promotor Dr. Felipe Akel pediu a cassação do registro ou diploma do candidato a prefeito reeleito além da aplicação de multa no valor de R$ 5.000,00 a R$ 100.000,00 e inlegibilidade por 8 anos.

A ação que tem o número do processo Nº 0000099-34.2016.6.17.0096 está tramitando na 96º Zona Eleitoral da Comarca de Orobó e será julgada até no máximo dia 18 de Novembro onde a juíza eleitoral decidirá o futuro de Orobó e de Cleber José de Aguiar da Silva, em Ação de Investigação Judicial.

Segundo informações, a Ação está embasada na prática de condutas vedadas, abuso de poder político e abuso de poder econômico, o prefeito teria usado a máquina administrativa para promover seu nome o que motivou a justiça a aceitar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra ele.

Caso a juíza aceite o parecer do Ministério Público e casse o prefeito reeleito Cleber José de Aguiar da Silva, a população de Orobó terá que voltar as urnas para eleger o próximo prefeito da cidade.

Orobó fica a pouco mais de 100km de distância da capital Pernambucana e conta com pouco mais de 21 mil eleitores.






Com informações da assessoria.


























Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *