O povo pode

O próximo dia 01 de maio, dia emblemático em todo o mundo pela defesa dos direitos do trabalhador, será marcado pelo lançamento do filme O POVO PODE, que narra a realidade do brasileiro através da caravana de LULA pelo nordeste do país, ocorrida no segundo semestre de 2017.

Na telona, a voz do filme é do povo, que relata as dores históricas e as conquistas ao longo dos últimos governos do país. Um mergulho no Brasil profundo pelo olhar do ex-presidente LULA.

O POVO PODE reforça a importância da manifestação popular, assinala a relevância de se dar voz a quem é esquecido pela grande mídia e, por fim, impressiona pelos depoimentos tocantes colhidos de forma cuidadosa e sensível.

Como parte desse projeto, 12 capítulos de uma websérie que aborda alguns dos principais temas do debate político atual e da história do nosso país. Entre eles: escravidão, justiça social, educação, organização social, economia, moradia, soberania nacional, preconceito, entre outros. Todos os capítulos serão distribuídos na internet gratuitamente e comentados por grandes intelectuais brasileiros.

Para ser finalizado e distribuído, o projeto completo do O POVO PODE (filme longa-metragem e websérie) conta com a ajuda de muitos brasileiros e brasileiras que decidiram participar de uma vaquinha virtual. Como assinala o diretor do projeto, Max Alvim, “um filme dos brasileiros para os brasileiros, um filme sem a intervenção e os interesses do capital, que será distribuído gratuitamente”.

O projeto é uma realização, em parceria, da TVT (TV dos Trabalhadores), Instituto Alvorada Brasil e Canal i Produções, com divulgação do DCM – Diário do Centro do Mundo. 

SERVIÇO:

Filme e websérie: O Povo Pode
Direção: Max Alvim

Coprodutores: TVT (TV dos Trabalhadores), Instituto Alvorada Brasil e Canal i Produções

Divulgação: DCM – Diário do Centro do Mundo

Lançamento Nacional: dia 01 de maio

Telefone para entrevistas: (11) 996759550 Marcelo Godoy

Post Author: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *